Saudações gurias e gurís, de volta as unhas da semana e agora elas ficarão arquivadas nessa página aqui em cima!

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Cuma?

Saudações!
Não posso deixar a peteca cair! Vamos que vamos... esse blog tem um intúito, não é um confessionário, não é um enche ego e nem porcaria nenhuma dessas!
Semana passada eu apodreci total com uma gripe lazarenta de braba! Minhas amigdalas estavam do tamanho de dois abacates, doia para engolir, para respirar, para piscar para tudo. Mas não é esse o foco. Fui a farmácia comprar os quilos de remédio (abençoados) e peguei um panfleto bem fulembra de propaganda, mas o conteúdo..... dêem uma lida!

      A IMPORTÂNCIA DO COLÁGENO PARA A SAÚDE DA SUA PELE      

Além de ser o maior órgão do nosso corpo, a pele é também o órgão com maior exposição ao meio. Estando, assim, mais suscetível a influencias tanto endógenas quanto ambientais e de estilo de vida. Fatores como idade, tabagismo e alimentação influenciam diretamente o envelhecimento e o aspecto da pele. (ZANUE, 2008; COSGROVE, et al 2007).
Atualmente sabe-se que uma alimentação balanceada é essencial, não apenas para prevenir doênças crônicas, como doenças cardiovasculares, câncer e diabetes, mas para manter a saúde e assegurar funcionamento normal de todos órgãos, inclusive a pele (COSGROVE et al, 2007).
A pele é formada por três camadas: Epiderme, Derme e Hipoderme, sendo a Derme (tecido conjuntivo) responsável pela sustentação e resistência de todo o tecido. É no tecido conjuntivo que encontramos a matriz extracelular, formada por fibras colágenas, proteínas  reticuladas e proteoglicanos, componentes que permitem a força e função da matriz nos diferentes tecidos em que é encontrada.
O colágeno, principal constituinte das fibras colágenas, é a proteína mais abundante no corpo, tem uma estrutura fibrosa e confere forma e força aos órgãos e tecido. É encontrado principalmente no tecido conjuntivo, estando em maior quantidade em órgãos como fígado, pulmão, aorta, cartilagem córnea, ossos e, é claro, pele onde corresponde a 74% de seu peso total (DEVLIN, 2003). Em cada local o colágeno apresenta distintos tamanhos, função e distribuição, conferindo aquele tecido características estruturais particulares. Já foram descritos aproximadamente 26 tipos de colágeno, onde as  principais diferenças encontradas são quanto a quantidade de carboidratos e tipos de aminoácido que forma o peptídeo, sendo mais conhecido o tipo 1, encontrado nos ossos, pele, tendões, coração e parede intestinal (DEVLIN, 2003; GELSE, PÖSCHL, AIGNER, 2003).
Formado por uma tripla-hélice composta de polipeptídeos, o colágeno apresenta sempre uma glicina ligada a outros dois aminoácidos (GLY-XY) que, na maioria das vezes, é  uma prolina, hidroxiprolina, lisina ou hidroxilisina. Sua síntese ocorre da mesma forma como a de outras proteínas, forma-se primeiramente o pré-colágeno que é interiorizado nos fibroblastos e sofre ação de enzimas que finalizam sua síntese de colágeno é a dependência de ferro, água e, principalmente, vitamina C (GELSE, PÖSCHL, AIGNER, 2003).
Estrutura Molecular do Colágeno
Quando oriundo da dieta, o colágeno deve ter uma alta biodisponibilidade para conseguir ser utilizado pelo organismo. A biodisponibilidade é definida como quantidade relativa de um dado nutriente que atravessa a barreira intestinal, que chega ao sangue em quantidade suficiente para ser utilizado pelo organismo, ou seja, para que o colágeno seja utilizado pela pele, ele deve ultrapassar a barreira intestinal, cair na corrente sanguínea e atingir todo o tecido conjuntivo que forma a pele. Uma melhor biodisponibilidade de colágeno ocorre quando ele se encontra na forma hidrolisada, fornecendo ao organismo peptídeos menores e aminoácidos livres que são absorvidos mais rapidamente pelo intestino e transportados com maior facilidade para os órgãos  e teidos através da corrente sanguínea (ZANUE, 2008).
Assim, o colágeno hidrolisado tem suas funções reveladas e comprovadas por diversos estudos científicos. Minaguchi et al (2005), em estudo com coelhos que recebiam suplementação de colágeno hidrolisado, observaram um aumento do diâmetro das fibras de colágeno na matriz extracelular de tendões, o que possivelmente pode favorecer o tratamento de problemas ósseos e articulares. Além disso, por agir no fibroblasto dos tendões, o mesmo resultado pode ser esperado para os fibroblastos da pele. O consumo de colágeno hidrolisado pode ainda aumentar a densidade dos  fibroblastos bem como a síntese de novas fibras de colágeno no tecido conjuntivo e a capacidade de absorção de água pelos tecidos, melhorando o aspecto da pele (Matsuda et al, 2006; Sumia et al, 2004).
O envelhecimento da pele está muito relacionado ao tipo de alimentação tida durante a vida. Cosgrove et al (2007) observaram que mulheres que consumiam mais gordura e carboidrato do que necessário tinham maior probabilidade de ter a pele mais enrugada e atrofiada em comparação a mulheres que tinham uma alimentação mais saudável e rica em vitamina C e ácido linoléico. Portanto, devemos nos ater ao tipo de alimentação que temos, não apenas pensando na prevenção de doenças, mas também para mantermos um aspecto jovem e saudável, sempre que possível aproveitando fontes de nutrientes essenciais a essa condição.
Fonte Infociência - Informativo Científico N°3 - 2010

E aí? O que acharam?
Eu achei bacana!
Beijos e abraços!

5 comentários:

  1. Bom dia!

    Que sua semana seja abençoada por Deus, e que aquilo que vc espera possa chegar ;)

    Beijos

    Dri Viaro
    Mãe, esposa, dona de casam trabalhadora - www.driviaro.com.br
    Amélias de Salto - www.ameliasdesalto.com
    Ateliê Festeiro - Aqui sua festa acontece! - www.ateliefesteiro.com

    ResponderExcluir
  2. Obrigada lindona...viu ve se agora se anime aqui..tá...quero matéria nova...bjss..Fica com Deus..

    ResponderExcluir
  3. Definitivamente...reflexo da alimentação! Gostei das informações, legal essa revisão estar assim, acessível ao grande público! Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Mas e as amigdalas ja estão melhores?

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sim Adriana, obrigada por perguntar!!! ;-)

      Excluir

Vai falando que to ouvindo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...